Agosto é o mês da primeira infância e, conjuntamente, as secretarias municipais de Assistência Social e Direitos Humanos, Educação e Saúde firmaram o compromisso de cuidar das novas gerações zelando pelas crianças desde o ventre materno. A proposta da gestão municipal é de ampliar a conscientização da população para os cuidados nos primeiros anos de vida no desenvolvimento infantil. ⠀

A Secretaria Municipal de Assistência Social realizou ações pela Primeira Infância no mês dedicado ao assunto, aderindo à proposta nacional, desenvolvendo ações, com foco em discutir a importância da primeira infância dando visibilidade ao Programa Criança Feliz.⠀

Para a abertura do mês, foi criado o grupo de gestantes “Despertar”, com o intuito de auxiliar as gestantes e suas famílias no preparo para a chegada do bebê. O grupo se dispõe a trabalhar temas votados à gestação por meio de palestras e oficinas, onde foi trabalhada a importância da amamentação, com palestra ministrada pela enfermeira Cíntia, além da discussão sobre os tipos de violência contra a mulher com o psicólogo Raí e do direito das gestantes com a coordenadora do programa Criança Feliz, Fernanda Rodrigues.⠀

Para a secretária da pasta, Leilane Freitas, o objetivo foi de promover ações voltadas para o público de zero a seis anos de idade, que compreende a primeira infância.⠀

“Nem sempre se pode mudar o futuro das crianças, mas é necessário preparar essas crianças para o futuro de maneira que possamos ampliar as oportunidades delas de crescer de maneira saudável, feliz e com mais oportunidades”, contou Leilane.⠀

Outra ação desenvolvida no mês de agosto foi o Mutirão da Primeira Infância, ofertando diversos serviços de saúde, educação e assistência social às comunidades mais distantes da sede do município, como o distrito Piau, Lagoa Nova, Tanquinhos e Entremontes.⠀

Por Yela-Diane/Ascom.

  PSE faz atividade de prevenção e promoção à saúde bucal e combate ao Aedes aegypti