O Serviço de Atendimento Domiciliar (SAD) da Secretaria Municipal de Piranhas vem melhorando a qualidade de vida de dezenas de pacientes, através do Programa Melhor em Casa. Com uma equipe multiprofissional e trabalho humanizado, o SAD atende pessoas que necessitam de manejo prático e que apresentam dificuldades temporárias ou definitivas de locomoção.

A assistência aos usuários conta com ações de prevenção, tratamento de doenças que não necessitam de internação, reabilitação, tratamentos paliativos e promoção à saúde. “Tanto pessoas que não podem sair de suas residências para procurar atendimento quanto aquelas que acabaram de sair de algum tipo de internação e também necessitam de atendimento em casa são atendidos por esse serviço, garantindo a continuidade dos cuidados”, disse a coordenadora do Melhor em Casa, Amanda Ottero.

Em Piranhas, são realizados cerca de 1.000 atendimentos mensais. Amanda explica que o município possui 50 pacientes fixos, mas que o número pode variar de acordo com os encaminhamentos semanais.

Uma das assistidas pelo serviço é a Eurita Ferreira Jobes, de 80 anos, moradora do bairro Nossa Senhora da Saúde. A idosa sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) e teve sua capacidade de locomoção reduzida.

“Dona Eurita deu entrada no programa quase sem conseguir andar. Não tinha os movimentos dos membros superior e inferior. Hoje, graças ao trabalho humanizado realizado pela nossa equipe, ela consegue fazer suas atividades diárias normalmente”, finalizou Amanda, mencionando que a paciente continua sendo acompanhada pelo serviço.

  Busca ativa aumentou em 300% o número de vacinados contra a Covid-19 em Piranhas