A abertura das atividades científicas foi realizada nessa quinta-feira, 3, no Centro Cultural Miguel Arcanjo, contando com a participação do Ministro de Ciência, Tecnologia e Inovações, Paulo Alvim, prefeito Tiago Freitas, vice-prefeito Zé Vicente, além de representantes da Agência Nacional de Águas (ANA), do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), e da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).

Na pauta principal, a ampliação das diversificadas ações científicas e de extensão direcionadas às comunidades ribeirinhas de municípios alagoanos e sergipanos, e a criação de um novo Programa de Biomonitoramento na região do Baixo São Francisco.

Buscando consolidar o turismo ecológico e de instalar o Fórum de Prefeitos do Baixo São Francisco, as parcerias foram estabelecidas com as prefeituras da região, universidades, instituições de pesquisa e também de assistência técnica.

Para o prefeito Tiago Freitas, “Piranhas tem mais uma vez a grata satisfação de ser sede desse pontapé inicial da 5a Expedição, e daremos a nossa contribuição em todas as áreas da ciência, tecnologia, inovação, educação, saúde e todos os subsídios para trabalhar com o nosso meio ambiente”.

Com o apoio da Fundepes, Agência Peixe Vivo, Tanto Expresso, ICMBio, Emater-AL, Hanna Instruments, entre outros parceiros, a Expedição Científica do Baixo São Francisco é uma realização da Ufal, e já é considerada o evento cientifico de maior projeção em águas brasileiras.

Rota da 5ª Expedição

Dia 3 de novembro: Piranhas (AL);
Dia 4 de novembro: Pão de Açúcar (AL);
Dia 5 de novembro: Gararu (SE) e Traipu (AL);
Dia 6 de novembro: São Brás (AL);
Dia 7 de novembro: Propriá (SE);
Dia 8 de novembro: Igreja Nova (AL) e Chinaré;
Dia 9 de novembro: Penedo (AL);
Dia 10 de novembro: Piaçabuçu (AL);
Dia 11 de novembro: Foz do São Francisco e Brejo Grande (SE);
Dia 12 de novembro: encerramento da Expedição em Penedo (AL)

Por Yela-Diane/Ascom.



  Economia criativa: Piranhas se destaca em programa do Sebrae