“A vitória é da educação e nossa também”. Essas foram as palavras do prefeito de Piranhas, Tiago Freitas, ao se referir a derrubada do veto que garante o pagamento de precatórios do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef). A publicação foi feita na manhã de hoje (18), nas redes sociais do gestor.

Para Tiago Freitas, a derrubada do veto representa o reconhecimento e valorização de educadores da rede pública de ensino. “Esse é um momento de comemoração, afinal, foram mais de 10 anos de espera. Hoje a vitória não é apenas dos professores, mas de todos que reconhecem a importância da educação na vida das pessoas”, afirmou.

O Congresso derrubou na noite de ontem (17) o veto ao projeto de lei (PL 1581/20), que tratava dos precatórios do Fundef. Com isso, os professores terão acesso a esses recursos na forma de abono salarial. O PL garante que pelo menos 60% dos repasses dos precatórios sejam destinados aos profissionais do magistério ativos, inativos e pensionistas.

O gestor municipal menciona que um dos seus compromissos de campanha foi garantir o repasse de 60% dos precatórios do Fundef aos professores. “Está na legislação. Estados e municípios devem repassar, pelo menos, 60% do Fundo para valorização do magistério. Esse é um compromisso nosso desde o início”, afirmou.

Ele ressalta ainda que “agora a batalha será fazer com que os outros 20%, que seriam destinados para pagamentos de honorários de advogados, sejam rateados para os demais servidores da educação. A exemplo das merendeiras, vigias, serviçais e os demais servidores da Secretaria Escolar”.

“É investindo em uma educação de qualidade e na valorização profissional, que nós iremos transformar a história do nosso município”, finalizou.

  Prefeitura inaugura obras de revitalização; confira